Revista Reformador

Confraternização Brasileira de Juventudes Espíritas

Miriam Lúcia Masotti Dusi
miriam.dusi@gmail.com

Jovens, “tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração”. – Paulo (Colossenses, 3:23). Este foi o convite feito aos mais de 800 jovens e coordenadores de Juventude/Mocidade Espírita, das 27 unidades federativas do Brasil, presentes na Confraternização Brasileira de Juventudes Espíritas – CONBRAJE Nacional.

O evento ocorreu nos dias 20 a 23 de junho de 2019, em Brasília (DF), promovido pela Área de Infância e Juventude do Conselho Federativo Nacional da Federação Espírita Brasileira (CFN-FEB), e sediado pela Federação Espírita do Distrito Federal (FEDF), representando a culminância das quatro CONBRAJEs Regionais (Centro, Sul, Nordeste e Norte) ocorridas em 2013, 2015 e 2017.

Marcada pela vivência de legítima fraternidade, a CONBRAJE Nacional teve como objetivo oportunizar aos jovens e coordenadores de Juventudes/Mocidades Espíritas espaços de estudo da Doutrina Espírita, de convívio, de confraternização, de autoaperfeiçoamento, de protagonismo e de fortalecimento dos sentimentos de união e pertencimento ao Movimento Espírita brasileiro.

A reunião de vários sotaques e a rica diversidade cultural do país proporcionaram especiais momentos de intercâmbio e fortalecimento de vínculos entre os participantes, de modo a perceberem-se e sentirem-se como família espírita, unidos no propósito comum de estudar, praticar e divulgar o Espiritismo, de aprender e de servir, de amar e de colaborar para a efetiva transformação da Humanidade e regeneração do mundo.

A programação do Encontro contemplou momentos de estudo, arte e confraternização com os jovens, convidando-os a um percurso reflexivo e vivencial que contemplava eixos evangélicos como: “A que vieste?” (Mateus, 26:50), “Onde está o teu tesouro, aí está o teu coração” (Mateus, 6:21), “Tudo me é lícito, mas nem tudo me convém” (1 Coríntios, 6:12), “Senhor, que queres que eu faça?” (Paulo, Atos, 9:6), “Que fazeis de especial?” (Mateus, 5:47), “Desperta o dom de Deus que há em ti” (2 Timóteo, 1:6), “E agora, por que te deténs?” (Atos, 22:16), “Vai e faze tu o mesmo” (Lucas, 10:37), culminando no tema central “Tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração” (Paulo, Colossenses, 3:23).

De modo concomitante às atividades com os jovens, os coordenadores de Juventude/ Mocidade Espírita e representantes das Entidades Federativas Estaduais puderam participar de seminário sobre a Liderança com Jesus, contando com oportunas reflexões e vivências que objetivaram a compreensão do perfil da liderança espírita, o fortalecimento de equipes e a organização de ações para promover, continuamente, a qualidade da ação evangelizadora espírita nas diferentes regiões do país.

Visando ao fortalecimento do protagonismo juvenil e ao desenvolvimento de habilidades mediante as diferentes atividades espíritas, os jovens também puderam participar de oficinas criativas e vivenciais sobre os Espaços de Ação Jovem, com diversificado cardápio.

Somando-se às comemorações dos 70 anos do Pacto Áureo, a programação da CONBRAJE Nacional contemplou, ainda, a visita dos jovens à sede da Federação Espírita Brasileira, oportunidade em que puderam conhecer as instalações do Conselho Federativo Nacional, o Espaço Cultural, a Biblioteca de Obras Raras, dentre outros espaços, e fortalecer os sentimentos de pertencimento ao Movimento Espírita brasileiro, de amor à Unificação e de compromisso perante a missão espiritual do país.

Imersos em múltiplas bandeiras e cores, o verde, o amarelo, o azul e o branco, inicialmente representando as quatro regiões federativas do CFN-FEB, mesclaram-se ao longo dos estudos, vivências e reflexões, diluindo-se as fronteiras estaduais e regionais para que todos, unidos, pudessem sentir-se sob a mesma flâmula luminosa de Ismael – Deus, Cristo e Caridade.

Sob a proteção dos benfeitores espirituais, a CONBRAJE Nacional representou o resultado de uma construção idealizada, planejada e realizada coletivamente com a Área de Infância e Juventude das 27 Entidades Federativas Estaduais, de modo impessoal e comum, seguindo as diretrizes de Ismael para o fortalecimento da ação unificadora.

Os estudos, oficinas e momentos artísticos foram conduzidos por dedicados colaboradores e evangelizadores dos diferentes Estados do Brasil que, imbuídos do propósito de oferecer momentos vivenciais significativos, investiram seus estudos, experiências e talentos na construção de espaços criativos de aprendizado e autoaprimoramento. Destaca-se, ainda, a amorosa equipe da Entidade Federativa anfitriã – a Federação Espírita do Distrito Federal – no esmero de oferecer a infraestrutura adequada para que todas as atividades se desenvolvessem de forma harmônica e produtiva.

Gratidão e alegria são os sentimentos marcantes do evento, que contou com o olhar, proteção e presença espiritual de benfeitores pioneiros que trabalham, continuamente, pelo fortalecimento da Juventude Espírita e da Unificação do Movimento Espírita, conforme orienta Leopoldo Machado aos jovens participantes do evento. (Vide a mensagem O som da corneta, na íntegra, nesta edição):

Sob a bandeira de Ismael, que reluz no alto do local onde ocorre o Encontro, a trombeta emite o divino sonido, convocando a seguir esta diretriz divina: “Deus, Cristo e Caridade”! […]

O momento atual é de decisão, de coragem, de servir ao Senhor, repetimos. Que cada coração presente opte para seguir os sons celestiais e, assim, ascender aos planos elevados da evolução pelo permanente trabalho no Bem.

Imersos nas sublimes vibrações do grande Encontro, fomos todos convidados a, literalmente, “vestir a camisa” do lema de Ismael e atentar ao sonido certo da trombeta do Cristo para que, unidos, possamos seguir “sempre ombro a ombro, sempre lado a lado”¹ na grande obra da evangelização de corações, da unificação do Movimento Espírita e da regeneração da Humanidade, entoando, em uníssono, sob as luzes do Cruzeiro do Sul, a bandeira de amor e fé: “Deus, Cristo e Caridade”!

¹ N.A.: Trecho da Canção da Alegria Cristã, de autoria de Leopoldo Machado.